20 de mai de 2014

Atendimento Educacional Especializado ou sala de recursos



A educação em seus mais variados meios ao longo dos anos vem sofrendo adaptações, com a finalidade de levar ao maior número possível de pessoas o acesso aos estudos, dentre várias alternativas encontra-se a sala de recursos, que é uma ferramenta de inclusão educacional aos alunos. O Atendimento Educacional Especializado,  é garantido através de decreto que tem efeito de lei para todos os casos(7.611/11) além da CF de 1988 e é claro da lei de diretrizes educacionais –LDB (9394/96), a sala de recursos deve ser  organizada por um profissional devidamente habilitado para exercer tais funções, em um ambiente de natureza pedagógica. A lei determina que somente quem tem deficiência, transtornos globais de desenvolvimento ou altas habilidades seja atendido nesses ambientes, não podendo ser excluído absolutamente ninguém, seja por sua distinção social, cultural, étnica ou gênero, portanto quando mais cedo a família perceber que o estudante apresenta algum sintoma que necessite de cuidado especial, deve procurar um profissional para detectar o que pode estar acontecendo, seja quem tem condições financeiras seja quem não tem, pois podem procurar um posto de saúde, ou um CRA´S  .


Segundo a secretaria de educação especial do MEC, o ambiente pode ser trabalhado de maneira individual ou em grupo, para alunos que precisem de necessidades educacionais especiais  e em horário contrário as suas atividades escolares comuns, são consideradas pessoas que necessitam de atendimento. A sala de recursos complementa ou suplementa a formação dos estudantes, elabora e organiza elementos que de acessibilidade e eliminem barreiras que impossibilita os estudantes de se inserirem no meio escolar, atendendo alunos com necessidades especiais. A Sala de recursos complementa ou suplementa como já foi citado aquilo que os alunos estudam em sala de aula, no entanto aluno não pode se sentir excluído, é importante a inserção conjunta do profissional que atua na sala de recursos com os professores que estão no ensino regular.


O Atendimento Educacional Especializado, no que tange a Decreto 6578/08, não prevê a obrigatoriedade na Rede de Ensino Particular, apenas haverá essa exigência em escolas com fins filantrópicos, confessionais e comunitárias sem fins lucrativos, e conveniadas com o poder executivo competente, na rede pública é possível a dupla matrícula recebendo recursos do FUNDEB.Porém a lei 7853/89 prevê inclusive com prisão do agente do estabelecimento público ou particular por até 4 anos,  que recusar a matricula de algum estudante que necessita de atendimento especial.


Em uma escola não deve ter apenas sala de recursos, deve haver também recursos arquitetônicos, que são aqueles que dão acessibilidade a pessoas com dificuldades de locomoção ou que carecem de atendimento diferenciado, assim como os recursos multifuncionais, tecnológicos didáticos e até algo que pode parecer simples mas é essencial como a mesa redonda e o piso tátil, que em nosso dia a dia podem parecer comuns, mas que fazem toda a diferença na vida desses estudantes. Portanto a Sala de Recursos não é  reforço escolar,ela é uma complementação, não é deposito pois pais e professores devem acompanhar a trajetória dos estudantes,e não “empurrá-los” para o atendimento, não é clinica de psicoterapia e nem psiquiatria pois não emite laudos médicos e nem está ali para trabalhar personalidade, a sala de recursos não existe para facilitar a vida escolar de ninguém, e também não é um lugar de aconselhamento, não é um lugar para corrigir a falta de educação de ninguém isso deve ser feita em casa com os pais.


Portanto nós educadores estamos avançando no que se trata de inclusão educacional, ainda faltam aspectos a serem discutidos, trabalhados enfim é uma luta de todos, professores, gestores, pais médicos, psicólogos, fonoaudiólogos, e de todos que acreditam numa educação libertadora, progressista, é importante ser divulgado o que tange a sala de atendimento especializado, da sua importância e também se respeitar os profissionais que ali se dedicam no intuito de dias melhores, o trabalhador em educação especial deve ter atenção especial e redobrada, bons salários, valorização da carreira, liberdade e dignidade em seu oficio, além de excelentes condições de trabalho para que possa exercer de maneira impar sua função. A educação não escolhe governo e nem partido político a educação é um mecanismo de libertação social e cultural que deve estar sempre aberto a mudanças se adaptando e se moldando, para que no futuro porvir possamos ser um país com mais oportunidade e dignidade para todos.


Vítor Andrade

Profº de História.


Educational Specialized care or resource room
* Victor Andrade

Education in its various ways over the years has undergone adjustments in order to bring the greatest number of people access to studies , among several alternatives is the resource room , which is a tool to educational inclusion students . The Educational Specialized care is guaranteed by decree which has the effect of law for all cases ( 7.611/11 ) beyond the CF 1988 and of course the law of educational - LDB guidelines ( 9394/96 ) , the resource room should be organized by a duly authorized to perform such functions , in an environment of pedagogical professional. The law states that only those who have disabilities , global developmental disorders or high skills is met in these environments , can not be excluded absolutely anyone , either by their social , cultural ethnic distinction , or genre , so the sooner the family realize that the student presents any symptoms requiring special care , you should seek a professional to detect what may be happening , whoever have the financial means whoever does not have , they may seek a health clinic or a CRA 'S .

According to the Bureau of Special Education MEC , the environment can be worked individually or in groups, for students in need of special educational needs and otherwise time their regular school activities are considered people who need care . The resource room complements or supplements the training of students , prepares and organizes elements of accessibility and remove barriers that prevents students from getting inserted in middle school , serving students with special needs . The room features complements or supplements as already mentioned what students learn in the classroom , but students may not feel excluded , it is important to joint insertion of professionals working in the resource room with teachers who are teaching regular .

The Specialized Educational Services , with respect to Decree 6578 / 08 , does not include the requirement in Private Education Network , will this requirement only in schools with community philanthropic organizations , faith-based , nonprofit , and agreements with the competent executive, in can the public receiving dual enrollment features FUNDEB.Porém the law 7853/89 provides for prison staff including public or private property for up to four years , which refuse registration of any student who needs special care .

In a school should not only have the resource room , there should also be architectural features , which are those that give accessibility to people with walking difficulties or who need special services , as well as multifunctional resources , educational technology , and even something that may seem simple but essential as the roundtable and tactile floor , which in our day to day may seem ordinary , but that make all the difference in the lives of these students . Therefore the Resource Room is not tutoring , it is a complement , not deposit as parents and teachers must follow the trajectory of the students , and not " push " them to the service , is not psychotherapy nor clinical psychiatry because there issuing medical reports nor is there to work personality, resource room there to facilitate the school life of anyone and it is also not a place of counseling , is not a place to correct the lack of education of anyone that should be taken at home with parents .

So we 're moving forward as educators it comes to educational inclusion , there are still issues to be discussed , finally worked is a struggle for everyone, teachers, administrators , parents doctors , psychologists , speech therapists , and all who believe in a liberating , progressive education , is important to be disclosed with respect to the room of specialized care , its importance and also respect that there are dedicated professionals in order to better days , workers in special education should receive special attention redoubled , good salaries , career enhancement , freedom and dignity in his office , and excellent working conditions in order to exercise its function of odd way . Education does not choose the government and political party nor education is a means of social and cultural liberation that must always be open to changes by adapting and shaping , so we can be a country with more opportunity and dignity for all in the future to come.

Victor Andrade
Prof. of History .

Nenhum comentário: