3 de nov de 2009

Antes que você esqueça...

Existe um projeto secular, que foi revirado a pouco tempo, foi polêmico, foi contemplado em vários jornais, mais está sendo esquecido: O Projeto de transposição do Rio São Francisco. Você meu amigo leitor sabe o que é esse Projeto? Se a resposta for sim quero que você tenha total liberdade de discordar ou concordar com minhas palavras, se a resposta for não, vou tentar explicar de uma maneira bem simples.

O Rio São Francisco teve sua primeira visibilidade história com Américo Vespúcio ainda em 1501, ou melhor a foz do Rio, como manda a tradição recebeu este nome devido ao Dia do Santo, ele foi descoberto no Dia de São Francisco ainda a gestão do Governador Geral Tomé de Souza, aqui não descreverei localização e nem geografia do Rio, e sim quero falar da sua Geopolítica, até mesmo por que eu alimentei o sitio WIKIPÉDIA de informações e para não ficar um texto chato e ambíguo.

No vale do São Francisco encontra-se uma variedade de fauna e flora, ultimamente a uva e o vinho produzido no Vale tem surpreendido o Brasil e o mundo, a região sul do Brasil que tradicionalmente é o maior produtor do setor, tem 1 safra por ano, e a cada ano mais prejudicada devido a estiagem e as chuvas é o famoso 8 ou 80, e o nordeste já se têm 2 safras por ano.

O Brasil Imperial já havia se preocupado com a questão do São Francisco, ou melhor já havia percebido a importância dele a riqueza, mas há um erro histórico ao se pensar que a transposição era apenas para diminuir a pobreza da região, ali não havia a população que tem hoje e nem o império se preocupava com isso, a oligarquia morava nos centros urbanos do litoral, muitos povos que vivem no interior não sabem nem como foram para ali, quem fundou a cidade como ela se desenvolveu, assim é com minha própria família. Primeiro fato desvendado sobre a transposição.

O Rio São Francisco possui 5 hidroelétricas, e por que o nordeste está até hoje as escuras? A CHESF foi criada em 1945 pelo Governo Vargas para que? Para alimentar latifúndio e grandes agricultores e produtores rurais,pois todos sabemos que o Brasil neste momento era basicamente agrário.

Foram retomadas várias discussões sobre o “ VELHO CHICO”, (que em pouco tempo estará em fase terminal e não deixará herança para os herdeiros), foram criados comitês em prol da revitalização, CODEVASF, IBAMA, MMA, universidades, sociedade civil, e todos cientes do problemas, pois há falta de fiscalização tanto físico, quanto orçamentário, os EIA( Estudos de Impacto Ambiental), RIMA (Relatório de Impacto Ambiental) pelo lado do governo é aprovado, pela academia contestado, e sabe por que, por que a academia estuda, a academia não contrata gerenciadoras para o fazerem. O custo total da Obra é de R$4,5Bilhões, mas que custará R$20Bilhões, quase o custo da Olimpíada e Copa do Mundo, o Ministério da Integração Nacional responsável pela obra, “fiscaliza a Obra” e quem fiscaliza o Ministério? O TCU? As contas não estão apenas nos recursos liberados para construção das obras,devem ser fiscalizadas diárias de servidores, viagens, recurso com combustível.

Fala-se muito do custo, das inviabilidades, mas a imprensa, algum veículo de comunicação já andou nas dependências dos órgãos que fiscalizam o projeto? Há menos de 3 meses os engenheiros, analistas e especialista em infra-estrutura, que passaram por concurso público, de provas, títulos, entrevista e apresentação de portfólio, sabe onde eles estavam? No corredor do 7º andar do ministério da Integração nacional, em pé, e hoje estão sentados, em cadeiras que são coladas com fitas adesivas, sem computador, sem impressora, um aparelho telefônico para cada 5 engenheiros, num espaço físico de 4m² para 5 pessoas.

Os lobistas estão mais presentes que o ministro falta atender ao telefone, mas alguém já viu isso? Apenas eu vi? Como querem que o projeto vá em diante? Terceirizando engenheiros? A carreira de analistas não tem apoio claro de ninguém nem do ministro o que se vê é papo de político, ou seja estamos vendo, porque a carreira não corre tão rápido como se fala em aumento de verba de gabinete ou salário de parlamentar?.

É meu amigo as pessoas estão esquecendo, e o projeto indo a diante, muitos podem pensar que a transposição é para encher copo d’água de pobre, mas aonde isso vai acontecer no Brasil? Fala sério, é para abastecer grandes empresas que obtém grandes lucros e pagam muito mal aos funcionários, existem dezenas de ONG´s em prol da Amazônia e cadê as ONG’s em prol da transposição?contra até existem mas e a favor?

Prá quem ouviu Luiz Gonzaga o Rei do baião, Gordurinha, Sivuca, Patativa do Assaré, Caetano Veloso, elogiarem e cantarem para o Velho Chico, que guarde na memória, pois em pouco tempo o espaço que estão usando para transpor o Rio São Francisco e o próprio rio, poderão ser asfaltados e transformados em rodovias que tal?, pois secarão. E o velho Chico que vens de minas, e continuará sem rádio sem noticia e continuará sem ser terra civilizada. Copa do Mundo, Olimpíadas, Transposição do Rio São Francisco, haja dinheiro e ainda tem gente que diz por aí que o Brasil é pobre.

Riacho do Navio

(Luiz Gonzaga e Zé Dantas)

Riacho do NavioCorre pro Pajeú
O rio Pajeú vai despejar no São Francisco
O rio São vai bater no meio do mar
O rio São Francisco vai bater no meio do mar
Ah! se eu fosse um peixe ao contrário do rio nadava contra as águas
E nesse desafio saía lá do mar pro Riacho do Navio
Saía lá do mar pro Riacho do Navio
Pra ver o meu brejinho fazer umas caçada
Ver as "pegá" de boi andar nas vaquejada
Dormir ao som do chocalho e acordar com a passarada
Sem rádio e nem notícia das terra civilizada
Sem rádio e nem notícia das Terra civilizada.

Nenhum comentário: